City ponta rossa

Por intermédio da revisão literária, baseada nos autores Dias (2006) Boullón (2002), Murta e Albano (2005), Monastirsky (2006), e Santos (2006), é possível analisar discussões do Espaço do Parque Ambiental de Ponta Grossa, onde estão presentes bens patrimoniais relacionados à ferrovia. arquiteto   nutricionista  yoga  pilates

taxi ponta grossa
O patrimônio cultural está ligado com o turismo, possibilitando ao visitante realizar uma troca de saberes já que permite ao mesmo fazer uma viagem no tempo mediante suas histórias. De acordo com Dias (2006), “A atividade turística tem natureza fundamentalmente cultural, pois se trata de um processo de interações contínuas entre comunidades diferentes que ocupam espaços distintos socialmente construídos […] ”, e por intermédio disso é possível analisar a importância dos bens culturais para o turismo. ginecologia   urologia  dermatologia  neurologia
A cidade de Ponta Grossa – PR é marcada pela presença da estrada de ferro em sua história. A ferrovia teve influência em diversas situações como, por exemplo, na sociedade pertencente à época, que aprendeu a conviver com a estrada de ferro, sendo assim influenciados diretamente ou indiretamente pela ferrovia. Também é possível levar em consideração à questão econômica que o ciclo da ferrovia teve para com a cidade, sendo um dos importantes ciclos na história do município.
Atualmente, a cidade conta com diversos bens patrimoniais decorrentes da estrada de ferro, os quais estão inseridos no espaço urbano de Ponta Grossa, que é frequentado pela comunidade local todos os dias. Entre eles, é possível destacar a Estação Roxo Rodrigues que fazia a linha São Paulo – Rio Grande, conhecida popularmente pelos habitantes como Estação Saudade.
A pesquisa aborda o estudo realizado por intermédio da revisão literária acerca de assuntos como turismo, patrimônio cultural, espaço urbano e a história da ferrovia, levando-se com exemplo a cidade de Ponta Grossa – PR, que se constituíram através da influência da estrada de ferro em aspectos sociais e econômicos. Desse modo, serão levantados autores que trabalham e discutem questionamentos sobre patrimônio cultural e turismo, e também a respeito do espaço urbano que serão utilizados para
164
CAD. Est. Pes. Tur. Curitiba, v. 3, p. 162-182, jan./dez. 2014
embasamento teórico. Serão também analisadas as opiniões da comunidade local a partir da aplicação do questionário online acerca do tema: Estação Saudade e a comunidade, e assim configura-se o atual trabalho como uma pesquisa de cunho qualitativo e quantitativo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s